D. Afonso de Portugal

Afonso de Portugal, também nomeado como Fernando Afonso, nasceu em 1135, e era filho natural de D. Afonso Henriques, primeiro rei de Portugal, a quem serviu como alferes-mor do reino.

Após a reforma dos ofícios da cúria do rei, desde então sujeitos a Sancho, herdeiro da coroa, saíu do reino e deambulou pela Europa, ingressando na Ordem do Hospitalários e tomando parte na 4ª Cruzada.

Na Terra Santa, foi eleito, em 1202, Grão-Mestre da Ordem dos Hospitalários, onde empreendeu uma importante reforma dos estatutos da ordem, dando origem ao hábito vermelho com a cruz branca, que viria a ser mais tarde a Cruz de Malta. Forçado a abdicar quatro anos depois, por motivos desconhecidos, regressou a Portugal.

Faleceu em 1207, supõe-se por envenenamento provocado por partidários do seu irmão, então já rei D. Sancho I, tendo sido sepultado em Santarém, na Igreja de São João de Alporão. Em sua memória resta o epitáfio de pedra: “Quem quer que sejas tu, sujeito à morte, lê e chora. Sou o que tu serás, já fui o que tu és. Peço-te que rezes por mim”.

 

Capa – 60€

Sobreveste – 40€

Coifa – 8€

 

 WebMaster: Louceiro

© 2008  All rights reserved.